Indique este site        
 

BOLETIM

Saiba as novidades do site por e-mail e acesse arquivos exclusivos.

E-mail:

 

APRENDIZAGEM

Incrível capacidade, a sua

De aprender

Sempre escuto dizer que deixamos de aprender aos cinco anos de idade, mas não tenho provas de que isto seja verdade. Pare e reflita sobre isto. Desde os seus cinco anos de idade até agora, quantas coisas fúteis você aprendeu, sem falar nas úteis? Os seres humanos têm uma incrível capacidade de aprender. Estou convencido, e vou convencê-lo – de uma maneira ou de outra – de que você ainda é uma máquina de aprender novas coisas. O lado positivo desta história é que você é capaz de aprender de maneira incrível e rápida. O lado negativo é que você pode aprender tanto coisas úteis quanto inúteis.

Qual dos presentes é atormentado por seus próprios pensamentos? Você diz a si mesmo: 'Gostaria de tirar tal coisa da minha cabeça'. Mas o mais incrível é que, para começo de conversa, você tenha colocado tal coisa em sua cabeça! O cérebro humano é realmente fantástico. O que ele leva a pessoa a  fazer é absolutamente incrível. O problema não é que o cérebro não consiga aprender, como nos tem sido dito com freqüência. O grande problema é que ele aprende rápido e bem demais. Pense no caso da fobia, por exemplo. É impressionante que as pessoas consigam lembrar-se de ficarem aterrorizadas cada vez que vêem uma aranha. Nunca encontramos uma pessoa fóbica que olha para uma aranha e diz: 'Droga, esqueci de ter medo'. Existe alguma coisa que você deseje aprender de uma maneira tão profunda? Quando se olha por este prisma, uma fobia é um tremendo sucesso em termos de aprendizagem. E, ao analisarmos o histórico da pessoa fóbica, veremos que se trata de aprendizado instantâneo: foi necessário apenas uma única experiência para que ela aprendesse algo de que vai lembrar-se pelo resto da vida.

(...) Você é capaz de aprender mais rápido do que um computador. O que precisamos é saber mais a respeito da experiência subjetiva do processo de aprendizagem, para que possamos administrar o que aprendemos, e ter maior controle sobre a nossa experiência e sobre o que aprendemos.

Richard Bandler

Em Usando sua Mente (Summus)

Veja também:

Seção Suas capacidades

Indique esta página para um amigo

 

 

 

Copyright 2002- Virgílio Vasconcelos Vilela

Permitida a reprodução desde que citados o autor e a fonte (obséquio dar conhecimento)