Indique este site        
 

BOLETIM

Saiba as novidades do site por e-mail e acesse arquivos exclusivos.

E-mail:

 

MEMORIZAÇÃO

Lembrando nomes através da PNL

Uma estratégia inspirada em Franklin Roosevelt

Quando foi a última vez que você viu alguém de cujo nome devia ter se lembrado? A pessoa lhe reconheceu e lhe chamou pelo nome. Mas você não tinha idéia de qual era o nome dela. Imagine quão maravilhoso seria se você pudesse sempre lembrar-se do nome de uma pessoa depois de conhecê-la. Certamente isto livraria você de várias situações embaraçosas.

Eis um modo prático de lembrar nomes. Usando esta estratégia de nomes da PNL, você pode aprender a lembrar os nomes de 70 ou mais pessoas em menos de 30 minutos. Tim Hallbom, um instrutor de PNL, autor e terapeuta, a demonstra em seu treinamento de PNL. No princípio de cada treinamento, ele faz seus estudantes se apresentarem e depois eles são capazes de lembrar do nome de todo mundo, um por um.

Os nomes não só são instalados na memória de curto prazo dos alunos, como também em sua memória de longo prazo. Se você encontrar uma pessoa uma vez, pode em geral lembrar o nome dela por muito tempo usando esta estratégia.

Tim e outra instrutora de PNL, Suzi Smith, desenvolveram esta estratégia de nomes estudando os processos de pensamento das pessoas que lembravam nomes bem. Franklin D. Roosevelt, uma das pessoas que eles estudaram, era um mestre em recordar nomes. Ele continuamente surpreendia seu pessoal lembrando do nome de alguém que só encontrara uma vez, meses antes. Quando perguntado sobre como fazia isto, disse que via o nome da pessoa escrito por extenso à frente dela.

Tim agora ensina em seus treinamentos de PNL uma versão expandida da estratégia de nomes de Roosevelt. A estratégia de nomes que ele co-desenvolveu é baseada na maneira como as pessoas aprendem e lembram informações, que é através do três sentidos primários de visão, som e tato.

"Uma das coisas que pesquisadores do cérebro descobriram nos últimos anos é que seu diálogo interno ocupa os mesmos nervos auditivos do ouvido que o som externo", disse Tim.

"A razão por que as pessoas esquecem nomes é porque estão normalmente envolvidas em alguma outra conversa interna. Então, torna-se realmente difícil ouvir a outra pessoa dizendo o nome quando você está tendo uma conversa interna consigo mesmo sobre como está indo ou o que você vai dizer em seguida", disse ele.

Para se lembrar de nomes, a primeira coisa que Tim recomenda é se concentrar em ficar externo com a pessoa, ouvindo-a. Então repita o nome para você mesmo três vezes enquanto está olhando para ela.

Para obter a parte visual, imagine que você pode ver o nome escrito na frente dela. Para fazer isto de forma mais permanente, veja o nome em sua cor favorita de caneta salientadora. Isto vai fixá-lo melhor. Faça isto enquanto estiver dizendo o nome para você mesmo.

O terceiro caminho para lembrar o nome de uma pessoa é através da sensação cinestésica de "tato". Você pode codificar isto internamente imaginando como seria escrever o nome da pessoa com seu dedo enquanto está vendo o nome e dizendo-o para si mesmo. Você pode mover também seu dedo em micro-movimentos musculares, como se estivesse escrevendo realmente o nome. Isto codificará o nome em sua neurologia em um nível mais profundo.

Se você usar este processo com todo mundo que conhecer, em breve ele se tornará uma parte automática do que você é e você o fará inconscientemente sempre que encontrar alguém novo, de acordo com Tim.

Esta estratégia de nomes também vem à mão quando você encontra um grupo de pessoas pela primeira vez. O processo que Tim usa para se lembrar de grupos de nomes é chamado "segmentação", que é a arte de quebrar informações em pedaços pequenos.

A maioria das pessoas aprende informações segmentando-as para baixo. Pense sobre seu número do CPF. Ele tem nove pedaços de informações dividida em três partes menores. Números de telefone são do mesmo jeito, você se lembra deles dividindo-os em dois segmentos.

Quando deve se lembrar de grupos de pessoas, Tim segmenta os nomes de todo mundo em grupos de cinco. Você pode fazer isto fazendo cinco pessoas dizerem seus nomes e então repete os nomes, enquanto codifica cada um deles em sua memória através de seus três sentidos primários de som, visão e tato.

As pessoas sempre perguntam a Tom como ele pode se lembrar de tantos nomes. A razão é bastante simples, ele tem muita prática. O instrutor de PNL encoraja seus alunos a praticar esta técnica de memorização tão freqüentemente quanto possível.

Na realidade, qualquer pessoa pode executar este processo. Se ele for feito do modo que Tim o ensina, você vai descobrir que pode se lembrar de um grupo grande de nomes de pessoas com facilidade, e será capaz de se lembrar dos nomes das pessoas para sempre.

Kris Hallbom

Kris Johnson Hallbom é uma escritora profissional e por muito tempo estudante de PNL e Teoria de Sistemas. Ela é também co-diretora do Instituto de PNL da Califórnia )

Do site www.nlpcomprehensive.com

Tradução: Virgílio Vasconcelos Vilela.

Veja também:

Nesta seção: Como lembrar nomes

Indique esta página para um amigo

 

 

 

Copyright 2002- Virgílio Vasconcelos Vilela

Permitida a reprodução desde que citados o autor e a fonte (obséquio dar conhecimento)