Indique este site        
 

BOLETIM

Saiba as novidades do site por e-mail e acesse arquivos exclusivos.

E-mail:

 

PARÁBOLAS

O caldeireiro

Qual é o preço justo para um serviço?

Um caldeireiro foi contratado para consertar um enorme sistema de caldeiras de um navio a vapor que não estava funcionando bem. Após escutar a descrição feita pelo engenheiro quanto aos problemas, e de haver feito umas poucas perguntas, dirigiu-se à sala de máquinas. Olhou para o labirinto de tubos retorcidos, escutou o ruído surdo das caldeiras e o silvo do vapor que escapava, durante alguns instantes; com as mãos apalpou alguns dos tubos. Depois, cantarolando suavemente só para si, procurou em seu avental alguma coisa e tirou de lá um pequeno martelo, com o qual bateu apenas uma vez numa válvula vermelha brilhante. Imediatamente, o sistema inteiro começou a trabalhar com perfeição e o caldeireiro voltou para casa. 

Quando o dono do navio recebeu uma conta de $1000, queixou-se de que o caldeireiro só havia ficado na sala de máquinas durante quinze minutos e pediu uma conta pormenorizada. Eis o que o caldeireiro lhe enviou:

Total da conta.......:   $1.000,00, assim discriminados:

Conserto com o martelo.....:       $ 0,50  

Saber onde martelar...........:   $ 999,50

Richard Bandler e John Grinder

No livro Sapos em Príncipes (Summus)

Indique esta página para um amigo

 

 

 

Copyright 2002- Virgílio Vasconcelos Vilela

Permitida a reprodução desde que citados o autor e a fonte (obséquio dar conhecimento)