Indique este site        
 

BOLETIM

Saiba as novidades do site por e-mail e acesse arquivos exclusivos.

E-mail:

 

VISÃO DE FUTURO

O cachorro que mudou o mundo

Seus atos ecoam pela eternidade

Um professor estava sentado no sofá de casa quando notou seu cachorro maltês em pé, na beirada do sofá, esfregando a patinha na orelha para pedir carinho. Claro que ele conseguiu o que queria!

O professor, reconhecendo a eficiência dessa atitude de tomar a iniciativa e buscar o que queria, aplicou-a com sua companheira, também com sucesso.

Um dia, em sala da aula, casualmente mencionou como o cachorro foi seu mestre, e contou aos alunos como ele fazia. Na aula seguinte, uma das alunas deu um feedback. Ela carente, seu marido ocupado, lembrou-se do caso do cachorro e tomou a iniciativa, e também funcionou maravilhosamente.

[Fim da parte verídica e início da futurologia]

Aquela aluna, na semana seguinte, contou para três amigas o ocorrido. Uma se esqueceu, a outra não estava buscando nada e a terceira adotou a atitude, com o mesmo sucesso. Esta então contou para várias amigas e amigos e, devido ao seu jeito entusiasmado, três compraram a ideia e buscaram também adotar a atitude proativa de obtenção de carinho do cachorro.

Após um ano de vários fluxos desse boca a boca, mais de 100 pessoas haviam obtido sucesso em conseguir carinhos. Após vinte anos, eram mais de 100 mil. Os que se tornaram pais e mães ensinaram para seus filhos e filhas e, ao final de 50 anos, mais de 10 milhões de pessoas estavam tomando mais iniciativa de buscar o que queriam.

Um século depois, 200 ou 300 milhões de pessoas estavam diferentes porque um dia um simpático cachorrinho maltês pediu carinho esfregando a patinha na orelha...

Virgílio Vasconcelos Vilela

Editor deste site

Veja também:

Suas capacidades: A inteligência do meu... cachorro

Indique esta página para um amigo

 

 

 

Copyright 2002- Virgílio Vasconcelos Vilela

Permitida a reprodução desde que citados o autor e a fonte (obséquio dar conhecimento)